NOTÍCIAS SOBRE CRIPTOMOEDAS E BLOCKCHAIN

O que está por trás da alta de 21% do Terra Classic (LUNC)?

Nos últimos sete dias, a altcoin de maior destaque do mercado cripto foi a Terra Classic (LUNC). Isso porque ela passou por uma alta de 21% no período. Mas o que motivou a criptomoeda crescer tanto assim?

A Terra Classic é uma das criptos que mais chamou a atenção em 2022, mas de forma negativa. Afinal, ela está envolvida em um dos maiores escândalos da história do mercado blockchain. Em questão de horas, o antigo LUNA saiu de US$119,18 para menos de US$0,01. 

Essa queda veio como resultado de bilhões de tokens sendo criados para segurar a perda de peg do USTC, stablecoin algorítmica da Terraform Labs. Infelizmente para os detentores dos tokens do império de Do Kown, essa tentativa foi falha e ambas as altcoins perderam quase toda a sua capitalização.

Isso trouxe uma grande desconfiança para o mercado de criptomoedas em relação às altcoins e claro, em especial, para o Terra Classic. Contudo, alguns investidores amantes do lucro continuam confiantes e conseguem obter uma renda com as altas que o LUNC observa em alguns momentos. 

No início de outubro, por exemplo, o Terra Classic passou por uma alta de 22% em sete dias, como resultado das queimas de todas as taxas das negociações do LUNC entre 21 de setembro e 1º de outubro feitas pela Binance.

Segundo a exchange cripto, cerca de US$1,8 bilhão em tokens foram queimados. Esse valor equivale à quantia de 5,8 bilhões de LUNC na época.

Mas o que está por trás do aumento atual do LUNC?

Podemos colocar que um dos principais catalisadores do crescimento atual foi a Binance. A principal exchange cripto anunciou a conclusão da segunda rodada de airdrops para detentores de LUNC e USTC.

Por ser um dos maiores players dessa indústria, os investidores veem com bons olhos os passos que a Binance dá em direção do LUNC, pois mostra um apoio ao projeto, mesmo após a queda que ocorreu em maio.

Além disso, a proposta 10.983 foi revogada pela comunidade da altcoin. Em suma, a sugestão tinha foco em aumentar o pool comunitário de 10% para 50%. Além disso, ela reduziria o imposto de queima para 0,2%.

Apesar de essa proposta poder ajudar a Terra Classic a conseguir mais financiamento, ela poderia afastar a Binance das queimas, que é algo fundamental para a retirada de LUNC em circulação. Isso preocupou a comunidade que decidiu votar na aprovação da proposta 11.111 que revogou a recomendação anterior. 

O que podemos esperar para a Terra Classic agora?

Apesar da alta impressionante, é importante destacar que a criptomoeda tirou a confiança do mercado ao perder 100% de sua alta histórica vista em abril de 2022. Além disso, a Terra Classic não possui um caso de uso real.

Tudo o que a altcoin faz já é visto em outras criptomoedas e suas altas são baseadas em notícias que a envolve e não em algo, de fato, desenvolvido. Queimas de tokens se mostram ineficientes no preço das altcoins e a história do BNB prova isso. 

Nesse sentido, o LUNC se mostra uma das criptos mais perigosas para o novo investidor e uma das melhores apostas para o investidor mais experiente que está apenas querendo lucrar em cima de anúncios que envolvem a altcoin. 

Moda crypto é na Tipo Crypto

Uma loja de moda cripto no ritmo da nova geração, que é urbana, inclusiva e descolada. Se você investe em moedas digitais, coleciona NFTs, tá plugado na Web3 ou é um Ancap, vista Tipo Crypto.

www.tipocrypto.com

Leia Mais:

Mais lidas