BOLHA CRYPTO GROUP

NOTÍCIAS SOBRE O CRIPTOMERCADO

Governador da Carolina do Norte rejeita lei que impediria uma CBDC dos EUA no estado

Governador da Carolina do Norte rejeita lei que impediria uma CBDC dos EUA no estado

O governador democrata da Carolina do Norte, Roy Cooper, vetou o projeto intitulado “Proibição de Pagamentos com Moeda Digital do Banco Central para o Estado” (HB 690), argumentando que ainda é cedo para proibir o uso de CBDC na Carolina do Norte.

“Estão sendo feitos esforços no nível federal para garantir que padrões e salvaguardas estejam em vigor para proteger consumidores, investidores e empresas que possam querer realizar transações monetárias em ativos digitais, e a Carolina do Norte deve esperar para ver como eles funcionam antes de tomar medidas”.

Segundo o governador, a legislação é prematura, vaga e reativa, propondo um resultado final sobre decisões monetárias importantes que ainda nem foram tomadas. Ele sugeriu que, em vez deste projeto de lei, a legislatura deveria focar na aprovação de um orçamento para fornecer mais financiamento contra ameaças cibernéticas que já existem.

Em maio, membros da Câmara dos Representantes da Carolina do Norte aprovaram unanimemente o projeto de lei por 118-0, com duas ausências, a favor da versão amendada do HB 690. 

Se tivesse sido aprovado, o projeto de lei teria proibido que agências estaduais e tribunais utilizassem um dólar digital e participassem de testes-piloto de CBDC.

Moda cripto é na Tipo Crypto

Uma loja de moda cripto no ritmo da nova geração, que é urbana, inclusiva e descolada. Se você investe em moedas digitais, coleciona NFTs, tá plugado na Web3 ou é um Ancap, vista Tipo Crypto.

tipocrypto.com

Isenção de responsabilidade

As informações apresentadas neste artigo são apenas para fins informativos e educacionais. Nada aqui contido deve ser interpretado como aconselhamento financeiro ou sugestão de investimento. O Bolha Crypto não se responsabiliza por quaisquer perdas geradas pela utilização do conteúdo, produtos ou serviços mencionados.

Siga nossos grupos no TELEGRAM e WHATSAPP.

Leia Mais:

Mais lidas