BOLHA CRYPTO GROUP

NOTÍCIAS SOBRE O CRIPTOMERCADO

Hacks em criptomoedas despencam em junho

Hacks em criptomoedas despencam em junho

Em junho de 2024 as perdas líquidas do mercado de criptomoedas, causadas por hacks e exploits despencaram 54,2% em comparação a maio. 

Dados da empresa de segurança blockchain PeckShield revelam que os cibercriminosos roubaram US$176 milhões em 20 ataques em junho, contra cerca de US$385 milhões em perdas registradas em maio. Os ataques afetaram tanto o ecossistema de finanças descentralizadas (DeFi) quanto as exchanges centralizadas (CEXs).

Além disso, a PeckShield divulgou que os cinco maiores exploits do mês ocorreram na BTCTurk (exchange de criptomoedas turca), Lykke (outra exchange), UwU Lend, Holograph e Volocore. 

A BTCTurk foi a mais atingida, com US$100 milhões perdidos, seguida pela Lykke, que perdeu US$22 milhões. 

O protocolo de empréstimo de criptomoedas UwU Lend sofreu uma perda de US$19,4 milhões, enquanto a Holograph viu ir embora mais de US$14 milhões e a Volocore quase US$7 milhões.

Apesar da queda nas perdas por hacks em junho na base mensal, as perdas no segundo trimestre de 2024 aumentaram 115% em relação ao ano anterior.

Em 2023, a indústria blockchain perdeu US$220 milhões no segundo trimestre, enquanto o mesmo período deste ano registrou cerca de US$572 milhões em perdas. 

De acordo com a PeckShield, hacks em exchanges centralizadas representaram a maioria das perdas do trimestre, com 70% dos ataques gerais deste trimestre.

Moda cripto é na Tipo Crypto

Uma loja de moda cripto no ritmo da nova geração, que é urbana, inclusiva e descolada. Se você investe em moedas digitais, coleciona NFTs, tá plugado na Web3 ou é um Ancap, vista Tipo Crypto.

tipocrypto.com

Isenção de responsabilidade

As informações apresentadas neste artigo são apenas para fins informativos e educacionais. Nada aqui contido deve ser interpretado como aconselhamento financeiro ou sugestão de investimento. O Bolha Crypto não se responsabiliza por quaisquer perdas geradas pela utilização do conteúdo, produtos ou serviços mencionados.

Siga nossos grupos no TELEGRAM e WHATSAPP.

Leia Mais:

Mais lidas