BOLHA CRYPTO GROUP

NOTÍCIAS SOBRE O CRIPTOMERCADO

Vitalik Buterin: Layer 3 não é a solução mágica para melhorar o rendimento do Ethereum

Vitalik Buterin: Layer 3 não é a solução mágica para melhorar o rendimento do Ethereum

Vitalik Buterin voltou a defender a importância das soluções Layer 3 (L3) para a rede Ethereum (ETH), mas ressalta que elas não são uma bala de prata para a escalabilidade. Para isso, o programador revisitou um artigo de sua autoria publicado há um ano e meio, onde detalhava três modelos para implementação de L3s.

De acordo com Buterin, as L3s podem reduzir custos fixos associados ao envio de lotes de transações e depósitos/saques, mas não necessariamente aumentam a capacidade de processamento da rede. Ele sugere que existam abordagens alternativas, possivelmente “mais leves”, para alcançar economias similares.

Uma das visões de Buterin para as L3s é separar a escalabilidade da personalização. A Layer 2 seria responsável por aumentar a capacidade de processamento, enquanto a Layer 3 ofereceria funcionalidades customizadas para diferentes aplicações. Dessa forma, os aplicativos poderiam escalar na L2 e, ao mesmo tempo, ter suas necessidades específicas atendidas na L3.

Outro modelo prevê a L2 cuidando da escalabilidade geral, enquanto a L3 oferece escalabilidade personalizada. Isso poderia ser feito através de rollups otimizados para tipos específicos de aplicações.

O terceiro modelo propõe a L2 para escalabilidade trustless (sem necessidade de confiança) e a L3 para escalabilidade weakly trusted (confiança parcial). Na prática, a L2 seria composta por rollups, e a L3 por Validiums.

Os Validiums utilizam SNARKs para verificação de cálculos, mas dependem de um terceiro confiável para garantir a disponibilidade dos dados. Apesar da segurança ligeiramente inferior, Validiums oferecem um bom custo-benefício, segundo Buterin.

O rosto por trás do Ethereum defende o modelo de blockchain com três camadas em detrimento do modelo com duas, pois permite que um ecossistema inteiro funcione dentro de um único rollup. Essa configuração possibilita atividades entre diferentes aplicações do ecossistema de forma barata, evitando os altos custos da Layer 1.

No entanto, a adoção de L3s gera controvérsia. Por exemplo, o CEO da Polygon Labs se preocupa com o impacto negativo na descentralização e segurança da rede. O argumento é que, se todas as L3s se apoiarem em uma única L2, e o Ethereum se tornar pouco lucrativo, a segurança poderia ser comprometida devido à perda de confiança dos validadores.

Moda cripto é na Tipo Crypto

Uma loja de moda cripto no ritmo da nova geração, que é urbana, inclusiva e descolada. Se você investe em moedas digitais, coleciona NFTs, tá plugado na Web3 ou é um Ancap, vista Tipo Crypto.

tipocrypto.com

Isenção de responsabilidade

As informações apresentadas neste artigo são apenas para fins informativos e educacionais. Nada aqui contido deve ser interpretado como aconselhamento financeiro ou sugestão de investimento. O Bolha Crypto não se responsabiliza por quaisquer perdas geradas pela utilização do conteúdo, produtos ou serviços mencionados.

Siga nossos grupos no TELEGRAM e WHATSAPP.

Leia Mais:

Mais lidas